✦ Mundo

Biden diz que protestos em Cuba são “um apelo à liberdade”

“Os Estados Unidos apelam ao regime cubano para que escute seu povo e sirva suas necessidades neste momento chave, em vez de enriquecer a si próprios”, concluiu

  O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, expressou nesta segunda-feira seu apoio ao povo cubano em meio aos protestos que surgiram no país, que descreveu como “um pedido de liberdade” no “bravo” exercício dos “direitos fundamentais”. “O povo cubano está exercendo com bravura os direitos fundamentais e universais”, disse Biden, em nota divulgada pela Casa Branca.

O mandatário americano destacou seu apoio ao povo cubano “em seu apelo à liberdade” após “décadas de repressão e sofrimento econômico” imposto pelo “regime autoritário de Cuba”.

Biden também pediu respeito “pelo direito ao protesto pacífico e o direito a determinar seu próprio futuro” do povo cubano.

“Os Estados Unidos apelam ao regime cubano para que escute seu povo e sirva suas necessidades neste momento chave, em vez de enriquecer a si próprios”, concluiu.

Milhares de cubanos saíram às ruas ontem em várias cidades do país para protestar contra o governo gritando “liberdade!”, em um dia sem precedentes que resultou em centenas de prisões e confrontos após o presidente Miguel Díaz-Canel ordenar a presença de seus apoiadores nas ruas para confrontar os manifestantes.

Transportadora Braço Forte

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo