✦ Saúde

Luz emitida por smartphones e computadores acelera envelhecimento

No passado, o mesmo grupo de cientistas apontou que, quando expostas à luz azul, as drosófilas, conhecidas como moscas da fruta, ativam os genes protetores do estresse.

  É quase impossível ficar longe das telas. Para conversar, ver filmes, trabalhar e até mesmo ler notícias, como essa que você está acessando neste exato momento, é preciso utilizar equipamentos eletrônicos.

O problema é que o acesso de luz azul emitida por celulares pode ser prejudicial para a saúde. Um artigo publicado na revista Frontiers in Agin sugere que essa energia pode acelerar o envelhecimento.

“A exposição excessiva à luz azul de dispositivos do dia a dia pode ter efeitos prejudiciais em uma ampla gama de células do nosso corpo,desde células da pele e gordura até neurônios sensoriais”, disse Jadwiga Giebultowicz, do Departamento de Biologia Integrativa da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos, e autor sênior do estudo.

No passado, o mesmo grupo de cientistas apontou que, quando expostas à luz azul, as drosófilas, conhecidas como moscas da fruta, ativam os genes protetores do estresse. As que eram mantidas em constante escuridão viviam mais.

“Somos os primeiros a mostrar que os níveis de metabólitos específicos — substâncias químicas essenciais para que as células funcionem corretamente — são alterados em moscas da fruta expostas à luz azul. Nosso estudo sugere que evitar a exposição excessiva à luz azul pode ser uma boa estratégia antienvelhecimento”, ressaltou Giebultowicz.

O estudo ressalta que a iluminação LED, mesmo nos países mais ricos, não foi usada por tempo suficiente para conhecer seus efeitos ao longo da vida humana. Por isso, salienta serem necessários mais pesquisas para comprovar com exatidão como a luz azul afeta as células.

“Usamos uma luz azul bastante forte nas moscas — os humanos são expostos a uma luz menos intensa, então os danos celulares podem ser menos dramáticos”, afirma Giebultowicz.

Participe do nosso GrupoEntre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

cidadenewsonline

Eu sou Valmir Da Silva Oliveira, nascido na Cidade de Terra Rica-PR em Dezembro do ano de 1966. Atualmente moro na cidade de Marcelândia-MT desde o ano de 1987, casado pela 2ª vez, tenho dois filhos do primeiro casamento, Sendo eles; Alan Marcos de Oliveira, nascido na Cidade de Colíder em 21 de Maio de 1993, e Alison Vinício de Oliveira, nascido em Marcelândia-MT, em 18 de novembro de 1997. Sou Radialista desde 1998. Atualmente estou na Rádio Comunitária Cidade FM 87,9 MHZ de Marcelândia. Sou Diretor presidente do Portal de Notícias http://www.cidadenewsonline.com. Minha esposa atual, Srª. Dorilane Gaúna Rodrigues da Silva

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site