✦ Política
Tendência

Por 58 votos a 18, Senado aprova Zanin como ministro do STF

O ex-advogado de Lula ocupará a vaga deixada por Ricardo Lewandowski

   Nesta quarta-feira (21), o plenário do Senado Federal aprovou a indicação do advogado Cristiano Zanin Martins para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Foram 58 votos a 18, que confirmaram a indicação feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Mais cedo, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) havia aprovado o nome do ex-advogado de Lula para ocupar uma cadeira na Suprema Corte. Por lá, foram 21 votos a favor e cinco contrários.

Zanin entra para ocupar a vaga deixada por Ricardo Lewandowski, que se aposentou em 11 de abril, após 17 anos como ministro do STF.

A indicação de Lula foi mais aceita no Senado do que a indicação do ex-presidente Jair Bolsonaro para a nomeação de André Mendonça.

Em 2021, o senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), que já era presidente da CCJ, demorou 141 dias para marcar a sabatina. No final, Mendonça recebeu 18 votos a favor e nove contrários. Já no Plenário, foram 47 votos a 32.

Participe do nosso Grupo
Entre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Feito com amor 💜 por go7.com.br