✦ Polícia

Pedreiro assassino usava calcinhas encontradas em obra onde jovem foi morta

Joice Maria foi estrangulada e concretada em parede de obra

Joice Maria, que era evangélica e costumava cantar na igreja, estava desaparecida desde o dia 27 de setembro. O corpo dela foi encontrado na obra após as investigações indicarem que ela havia passado pelo local antes de desaparecer. O corpo da vítima foi colocada no vão de uma escada, e concretado por cima.

Além de Edmilson, o autônomo Jonathas Soares de Santana, de 35 anos, também é suspeito do assassinato. Os dois são investigados por feminicídio e ocultação de cadáver.

A sacola de calcinhas foi encontrada no segundo andar da obra. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Thiago Nemi Bonametti, o marido da vítima chegou a olhar as peças, mas não reconheceu como sendo da esposa.

– Segundo o pedreiro, as calcinhas eram porque ele gostava de usar – explicou o delegado.

ENTENDA O CASO
Joice Maria desapareceu no último dia 27 após sair de casa para ir visitar o avô. Depois que saiu da residência dele, não foi mais vista. A Polícia Civil iniciou as buscas após a família registrar boletim de ocorrência.

No decorrer das investigações, os agentes descobriram que Joice teria passado no local da obra, onde teria discutido com o autônomo de 35 anos. Ainda não se sabe a motivação do crime. Segundo testemunhas, ela e o suspeito do crime tinham um relacionamento prévio, por isso a polícia ainda apura se houve sexo consensual ou estupro antes de sua morte.

Durante a briga, o homem de 35 anos passou a estrangular a jovem, e pediu ajudar ao pedreiro. Este, por sua vez, auxiliou no assassinato. Em seguida, eles esconderam o corpo da jovem embaixo de uma escada e fizeram uma parede para escondê-lo.

O corpo dela só foi encontrado porque o dono da construção lembrou, após ser questionado pela polícia sobre alguma área da obra que tenha sido recentemente concretada, que o vão embaixo da escada havia sido fechado, inclusive de maneira grosseira.

Ele, por conta própria, abriu um buraco no local e logo sentiu um forte odor. Em seguida, o homem chamou a polícia, que encontrou o corpo de Joice já em decomposição. A vítima estava nua e tinha uma blusa preta amarrada ao pescoço. O pedreiro foi preso em flagrante em casa, e o autônomo negou o crime.

Participe do nosso GrupoEntre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Com muito ❤ por go7.site