✦ Mundo

Conselheira de Biden trabalhou para empresa envolvida em hacking

Conselheira de Biden trabalhou para grupo criador do spyware Pegasus

  A empresa de Anita Dunn, conselheira do presidente Joe Biden, foi contratada pelo grupo israelense NSO, que criou o software de hacking Pegasus.

O aplicativo teria sido usado por governos mundo afora para espionagem de jornalistas, políticos e vários ativistas.

A informação sobre a relação da companhia isralense com a conselheira de Biden foi revelada, no último domingo (18), pelo jornalista Kenneth P. Vogel, do The New York Times

Em mensagem publicada na rede social Twitter, Dunn declarou:

“A empresa israelense NSO Group estava por trás do spyware usado para hackear jornalistas e ativistas de direitos humanos, revela uma investigação do The Washington Post.”

E acrescentou:

“Não incluído na história: o NSO Group pagou à SKDK (empresa de Anita Dunn, assessora de Biden) por consultas até o final de 2019.”

Anita Dunn é sócia fundadora da empresa de consultoria política SKDKnickerbocker

O portal da empresa acrescenta que a consultora, que também trabalhou anteriormente como estrategista-chefe do ex-presidente norte-americano Barack Obama (2009-2017), está atualmente de licença da SKDK, mas é esperado que volte à companhia em breve.

O NSO Group contratou a SKDKnickerbocker em 2019 para ajudar a impulsionar sua imagem e relações públicas, como informou a revista Fast Company e o portal The Intercept.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo