✦ Geral

Estado restringe visitas; idosos e grávidas não entrarão em presídios

 Por conta da crise mundial causada pelo novo coronavírus, a Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária, que pertence à Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), elaborou um roteiro de medidas que devem ser adotadas pelos gestores das unidades penais de Mato Grosso. A partir de agora, o número de visitantes por reeducando será de apenas 1 e a periodicidade de visitação deverá ocorrer a cada 15 dias.

 O acesso deverá ser restringido caso o visitante tenha vindo de outros Estados ou de países com casos confirmados. Gestores não deverão permitir a entrada de pessoas com sintomas de gripe (tosse, coriza, olhos avermelhados, entre outros). Também não será permitida a entrada em unidades prisionais de pessoas com idade acima de 60 anos, asmáticos, com pressão alta, diabetes ou com outras enfermidades que reduzam a capacidade do sistema imunológico, além de grávidas, lactantes e crianças.

Os reeducandos que tenham vindo de outros Estados ou países com casos confirmados precisarão ter sinais e sintomas monitorados por 7 dias, e caso apresente algum sintoma da doença, o mesmo deverá ser encaminhado imediatamente ao setor de saúde da unidade ou ao serviço de saúde municipal para avaliação e adoção dos protocolos estabelecidos pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Quanto aos servidores, os que estiveram em locais onde há foco da doença ou tenham mantido contato com pessoas que possam estar contaminadas, apresentando ou não os sintomas da doença, deverá procurar uma unidade de saúde pública ou particular e relatar o contato.

Para elaborar a nota, a secretaria levou em consideração que a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou a situação do novo coronavírus como uma pandemia mundial. Além disso, considerou várias outras portarias do Ministério da Saúde que estabelecem medidas de enfrentamento ao novo coronavírus.

A nota técnica destaca a necessidade de manter a população carcerária livre da contaminação e evitar a disseminação da doença entre as pessoas que trabalham ou adentram as unidades penais.  Ressalta, contudo, que a medida tem caráter preventivo, tendo em vista que, até o momento, Mato Grosso não registrou nenhum caso confirmado de coronavírus.

Participe do nosso Grupo
Entre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

cidadenewsonline

Eu sou Valmir Da Silva Oliveira, nascido na Cidade de Terra Rica-PR em Dezembro do ano de 1966. Atualmente moro na cidade de Marcelândia-MT desde o ano de 1987, casado pela 2ª vez, tenho dois filhos do primeiro casamento, Sendo eles; Alan Marcos de Oliveira, nascido na Cidade de Colíder em 21 de Maio de 1993, e Alison Vinício de Oliveira, nascido em Marcelândia-MT, em 18 de novembro de 1997. Sou Radialista desde 1998. Atualmente estou na Rádio Comunitária Cidade FM 87,9 MHZ de Marcelândia. Sou Diretor presidente do Portal de Notícias http://cidadenewsonline.com. Minha esposa atual, Srª. Dorilane Gaúna Rodrigues da Silva

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Feito com amor 💜 por go7.com.br