✦ Geral
Tendência

Comentaristas da GloboNews trocam farpas por causa de Milei

Estava em debate o protocolo de segurança anunciado pelo novo presidente da Argentina

    Comentaristas da Globo News discutiram ao vivo durante o programa Em Pauta. Eles debatiam o protocolo de segurança que Javier Milei, novo presidente da Argentina, anunciou para impedir bloqueios de ruas, vias e pontes em manifestações em Buenos Aires.

Tudo começou quando o correspondente Ariel Palacios comentou a decisão de Milei.

– O pessoal vai ter que protestar na Praça de Maio, nas calçadas, sem interromper as ruas. Se é que isso será aplicado assim mesmo – disse ele.

O jornalista Guga Chacra criticou a medida, chamando-a de “tremenda hipocrisia”.

– Restringir o direito das pessoas se manifestarem contra: onde está a liberdade que ele tanto prega ou pregava quando era candidato? – questionou.

Em seguida, Demétrio Magnoli discordou dos jornalistas e afirmou que Milei faz um programa de choque econômico. Em seguida, disse que o novo presidente não restringiu manifestações.

– O que queria me referir é nessa questão da restrição das manifestações, porque não é verdade que Milei proibiu manifestações de protesto. Isso não aconteceu. Todo mundo pode se manifestar nas praças, nas calçadas, nas ruas etc. O que foi proibido foram os piquetes, que na Argentina são um tipo de manifestação que visa a barrar as cidades – começou Magnoli.

Ele continuou e disse que, na verdade, os piquetes foram proibidos.

– Usa-se, inclusive, queima de pneus no meio das ruas. Nas democracias do mundo desenvolvido, não se pode fazer piquetes. O que está proibido [na Argentina] são métodos violentos de se interromper a circulação na cidade – completou.

Chacra pediu a palavra novamente e rebateu Magnoli. Como jornalistas, ele disse ser necessário “tomar cuidado” na hora de informar a população.

– O Demétrio está como jornalista no programa nesse momento, embora muitas vezes diga que não seja. Ninguém falou em proibição de manifestação, nem eu, nem o Ariel, a gente falou em restrição, e isso que aconteceu é restrição sim Você pode não concordar, mas há restrição à liberdade [de manifestação] sim.

Magnoli fez sua tréplica ao dizer que estava no programa como sociólogo.

– Não me digo jornalista. Em segundo lugar, não disse que alguém disse aqui que foram proibidas as manifestações. O que eu disse é que foi restringido um tipo específico de manifestação, proibido em todas as democracias avançadas.

O sociólogo continuou:

– Experimenta fazer uma linha de pneus queimando em Nova York, Washington, Londres, Berlim, Paris. A manifestação livre não implica no direito de interromper no funcionamento da cidade.

Antes de passar a palavra, a apresentadora Leilane Neubarth também questionou Magnoli.

– Em Paris, eles podem não queimar o pneu, mas eles queimam o carro inteiro. Eu lembro que quando teve toda aquela discussão da presidência na França, era carro queimado o tempo todo e impedia todo mundo de andar.

O comentarista Mauro Paulino também criticou a fala de Magnoli.

– No meio da discussão, o Demétrio falou que está aqui como sociólogo e não como jornalista. Eu também sou sociólogo, mas estou num programa jornalístico, em uma emissora jornalística, e preciso ter compromisso sempre com a verdade jornalística. Só queria fazer essa observação.

Fonte: AE

Participe do nosso Grupo
Entre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Feito com muito 💜 por go7.com.br