✦ Brasil
Tendência

Veja quais ministros do STF votaram para negar habeas corpus preventivo a Bolsonaro

Kassio Nunes Marques votou pela manutenção de sua decisão de março deste ano, argumentando que não há ilegalidade evidente por parte da Justiça que justifique a concessão do pedido apresentado.

   No plenário virtual do Supremo Tribunal Federal (STF), já foram registrados quatro votos a favor da manutenção da decisão que negou um habeas corpus preventivo em favor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O caso, em análise desde sexta-feira (10), está previsto para encerrar em 17 de maio.

O recurso em questão foi protocolado pelo advogado Djalma Lacerda, que não integra a defesa de Bolsonaro, com o objetivo de reverter a decisão de Kassio Nunes Marques. Essa decisão negou o pedido antecipado para proteger o ex-presidente de uma eventual prisão relacionada à investigação sobre uma suposta tentativa de golpe de Estado.

Alexandre de Moraes se declarou impedido de participar da votação por ser o relator da ação no STF que investiga essa suposta tentativa de golpe de Estado em 2022.

Os quatro votos contra o habeas corpus preventivo de Bolsonaro foram registrados por Kassio Nunes Marques (relator), Cármen Lúcia, Flávio Dino e Cristiano Zanin. Kassio Nunes Marques votou pela manutenção de sua decisão de março deste ano, argumentando que não há ilegalidade evidente por parte da Justiça que justifique a concessão do pedido apresentado.

Participe do nosso Grupo
Entre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Feito com muito 💜 por go7.com.br