✦ Brasil
Tendência

Lula comete crime eleitoral explícito em ato do 1º de Maio

Petista ignorou legislação eleitoral e pediu votos para Guilherme Boulos à Prefeitura de SP

   O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, cometeu crime eleitoral explícito nesta quarta-feira, 1º de maio, na capital paulista, ao pedir votos para o deputado federal e pré-candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL-SP).

– Esse jovem está disputando uma verdadeira guerra aqui em São Paulo – disse.

E acrescentou:

– Ele está disputando com nosso adversário nacional, contra nosso adversário estadual e contra nosso adversário municipal.

Lula participou de ato das centrais sindicais para comemoração do 1º de maio e fez um pedido para a plateia que afronta a legislação eleitoral:

– Cada pessoa que votou no Lula em 1989, 1994, 1998, 2006, 2010, 2018 e 2022 tem que votar no Boulos para prefeito de São Paulo.

RAMAGEM SE ABSTEVE DE DISCURSAR EM COPACABANA
No ato promovido pela direita, no dia 21 do último mês, em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro, o pré-candidato à Prefeitura do Rio pelo PL, o deputado federal Alexandre Ramagem, esteve presente na manifestação, mas foi orientado pelos correligionários a não discursar para não correr o risco de ser punido pela Corte Eleitoral.

Participe do nosso Grupo
Entre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Feito com muito 💜 por go7.com.br