✦ Brasil

Fachin nega pedido da PGR contra ‘superpoderes’ do TSE

Augusto Aras classificou a norma aprovada pelo TSE na quinta como "censura prévia"

   Na noite deste sábado (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, rejeitou um pedido do Procurador-Geral da República (PGR) para que fosse declarada inconstitucional a resolução aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que aumenta poderes da Corte Eleitoral.

Aras pediu a suspensão imediata da norma do TSE, afirmando que o texto é inconstitucional e classificando o documento como “censura prévia”.

Em sua decisão, Fachin também liberou o processo para ser pautado no plenário virtual do STF.

O ministro do STF alegou “a necessidade imperiosa de se garantir a segurança jurídica quanto ao regramento incidente sobre as eleições”.

Fachin afirmou também que a norma não “proíbe todo e qualquer discurso, mas apenas aquele que, por sua falsidade patente, descontrole e circulação massiva, atinge gravemente o processo eleitoral”.

ENTENDA A RESOLUÇÃO:

A resolução foi aprovada por todos os ministros do TSE na quinta-feira (20).

A norma da Corte Eleitoral busca endurecer a atuação contra supostas “fake news” nas redes sociais e dar mais agilidade ao processo de retirada da internet de “conteúdos falsos” que possam prejudicar o processo eleitoral.

O texto permite, entre outras coisas, que o TSE possa, sem ser provocado pelo Ministério Público ou por advogados, excluir conteúdos falsos idênticos aos que já foram derrubados pelo plenário do tribunal.

Por conta da norma, o prazo para retirada de conteúdos fraudulentos das redes sociais passa agora a ser de até 2h. Às vésperas do 2º turno, esse prazo passa a ser de até 1 hora.

Participe do nosso Grupo
Entre no grupo do CIDADE NEWS OFICIAL no WhatsApp e receba notícias em tempo real GRUPO 1 | GRUPO 2

cidadenewsonline

Eu sou Valmir Da Silva Oliveira, nascido na Cidade de Terra Rica-PR em Dezembro do ano de 1966. Atualmente moro na cidade de Marcelândia-MT desde o ano de 1987, casado pela 2ª vez, tenho dois filhos do primeiro casamento, Sendo eles; Alan Marcos de Oliveira, nascido na Cidade de Colíder em 21 de Maio de 1993, e Alison Vinício de Oliveira, nascido em Marcelândia-MT, em 18 de novembro de 1997. Sou Radialista desde 1998. Atualmente estou na Rádio Comunitária Cidade FM 87,9 MHZ de Marcelândia. Sou Diretor presidente do Portal de Notícias http://cidadenewsonline.com. Minha esposa atual, Srª. Dorilane Gaúna Rodrigues da Silva

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Feito com amor 💜 por go7.com.br